segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Mirante da Serra da Boa Vista/SC

Saímos pra dar um passeio Domingo por volta das 11h e paramos no Mirante da Serra da Boa Vista, em Rancho Queimado/SC, a 80 km de Florianópolis. A estrada é asfaltada e de mão dupla, com bastante curvas, o acesso ao mirante fica logo depois da ponte que pode ser vista na primeira foto abaixo tirada da internet.

Lá em cima no mirante tem uma vista bonita pras montanhas, da pra ver looonge..tem varias vaquinhas e bois. Bacana!














                                                                                   Domingo, 06 de Outubro

terça-feira, 16 de julho de 2013

Passeando por Balneário Camboriú/SC

Domingo 7 de Julho acordamos por volta das 11h e era meio dia quando o Gabriel virou pra mim e falou "te arruma porque vamos fazer uma viagenzinha" adoro hehe. Me arrumei correndo e saímos..era dia de conhecer Balneário Camboriú.
 O dia estava bonito...temos muita sorte nas nossas viagens e passeios porque sempre pegamos dias bons..a nossa viagem não podia ser muito longa pois o Gabriel teria que trabalhar depois. Pegamos a BR 101 e passamos por Biguaçu, Governador Celso Ramos, Tijucas, Itapema..passamos pelo pedágio se não me engano era 70 cents pra motoca. Foram 80,5 km até Camboriú, viagem bem curtinha, cerca de 50 minutos.
 Chamou nossa atenção que os prédios eram diferentes, bem altos e super fininhos, eu nunca tinha visto prédios assim..outra coisa é que alguns quebra molas tinham o piso de calçada e eram compridos...a cidade é bem bonitinha, diferente..demos umas voltas na beira da praia..tinha bastante gente, os restaurantes estavam cheios e o engraçado foi que passamos por um carinha de bike, ele tinha um black power e na cabeleira tinha um PENTE..nos matamos de rir e o Gabriel teve que filmar.

Depois de umas voltas subimos pra ver o Cristo Luz, mas bah..era R$ 10,00 por pessoa e nem a pau!  E já era tarde então voltamos pra casa.





Se quiser ver o pente do maluco e conferir os videos de outras viagens entra lá: http://www.youtube.com/user/Fazer250gb

Abraço

Visitando Urubici pela 3° vez/SC


Como disse anteriormente, fomos três vezes pra Urubici mas pularei pra terceira viagem..pois na anterior vimos quase que os mesmos lugares e dessa vez de moto nova.

Terceira vez no paraíso.

Eu sempre tive muita vontade de viajar à noite...então conseguir convencer o Gabriel de irmos Sábado depois do trabalho, ele saiu lá pela meia noite..me trouxe uma lata de RedBull...nos entupimos de roupa e saímos. Estava MUITO frio mas dava pra aguentar um pouco..quando chegamos no posto da policia em Rancho Queimado o frio já estava completamente insuportável..as mãos dormentes, os joelhos gelados..mal conseguíamos nos mexer ..mas não adiantava, teríamos que seguir viagem. Paramos em um lugar pra tomar um café quente e tentar aquecer um pouco...esquentei as luvas no aquecedor do banheiro, aquele de secar as mãos..nos informamos sobre a cidade mais próxima..seria impossível continuar..com certeza teríamos tido uma hipotermia.
 Aguentamos até Alfredo Wagner 108 km de Floripa e de Rancho Queimado até lá 45 km. Entramos na primeira pousada que vimos..difícil aguentar o banho com um chuveiro que mal caía água..acho que nunca foi tão bom estar embaixo das cobertas. Na manhã seguinte, levantamos as 09:30 tomamos café da manhã e tocamos pra Urubi foram 64,2 km de pura paisagem. O dia estava lindo, bem ensolarado, encontramos uma pousada bem bacana Pousada do Coqueiro R$ 90,00 o casal..o quarto que ficamos tinha frigobar e o banho era tri bom.. quem quiser se hospedar lá, no Facebook tem as fotos:  https://www.facebook.com/PousadaDoCoqueiro, fomos super bem recebidos.

Depois de largar as coisas fomos no Morro do Campestre, entramos pela Fazenda Morro da Cruz e pegamos uma subida de chão batido e cheio de pedras, ah e tem que pagar pra subir..bonita a vista lá de cima.
                                       

                                          As vaquinhas da Fazenda
                                       
                                          Morro do Campestre



Depois do Morro do Campestre, fomos pra pousada dormir um pouco..e lá pelas 16h fomos na Cascata do Véu de Noiva, ela fica no Parque Nacional de São Joaquim, é na mesma estrada que pega pro Morro da Igreja, 18 km do centro de Urubici  pra entrar lá tem que entrar por uma propriedade particular, é bem agradável..tem restaurante e cabanas pra quem quiser dormir lá. Pra chegar na cascata precisa caminhar 300 m em uma estrada de terra que leva à parte de baixo da queda..é bem bonito porque forma uma piscina, pode tomar banho e tem tirolesa também. É super bonito, a cascata tem mesmo o formato de véu..é bom ir lá e fazer piquenique, fica um cenário bem romântico e o barulho da queda d'água traz bastante tranquilidade.

Cascata do Véu de Noiva



 Tava começando a ficar mais frio e voltamos pra pousada...tomamos toda cerveja do frigobar..foi engraçado porque colocamos só a cabeça pra fora da porta pra ficar sentindo o cheirinho de lenha queimando.

Manhã seguinte levantamos acampamento e fomos finalmente ver a Serra do Corvo Branco são 30km de estrada de terra. É muito bonito lá, esse nome é dado devido a uma ave chamada Urubu-rei, é uma ave muito bonita de plumagem branca e uns detalhes coloridos. A Serra passa entre fendas e montanhas a 1.470 metros de altitude e possui o maior corte natural em rocha no Brasil com 90 metros. A descida é cheia de curvas, semelhante a Estrada do Rio do Rastro e tem vários mirantes também. São mais 27 km até  Grão Pará, que é a próxima cidade.

                                            Serra do Corvo Branco

                                            Descendo a Serra


Àgua saindo da montanha



De Urubici até Grão Pará são 60,7 km ...o caminho todo é lindo demais...nos sentimos num mundo à parte...até nos perdemos em algum lugar, ficamos um tempo dando voltas e voltas...o pessoal que morava por ali também não sabia dar informação e não haviam placas por um longo percurso, como nos foi avisado antes.Bom então descemos a  Serra do Corvo Branco até Braço do Norte, la pegamos a SC 482 até Rio Fortuna, passamos por Santa Rosa de Lima e Anitápolis pela SC 407 saindo em Rancho Queimado na BR 282. A vista desde que sai da Serra do Corvo Branco é toda linda...é espetacular e vale muito a pena voltar por lá.


                                           Onde nos perdemos

                              Esse é um amigo que fizemos pelo caminho :)





Chegamos em casa no final da tarde. 
                      
                    A moto nova também merece uma foto Fazer 250


Quem quiser conhecer Urubici eu indico, é um dos lugares mais fantásticos que já fui, é uma viagem cheia de emoção e linda do inicio ao fim..as três vezes que fomos em nenhuma delas pegamos neblina...é muito comum ir no Morro da Igreja e Serra do Rio do Rastro e não conseguir enxergar direito, mas tivemos sorte em ir três vezes e ter aquela vista toda pra nós. 

Dica: Quando for vai bem agasalhado pois é super frio em todas as épocas e nunca esqueça, vai durante o dia, de noite..jamais :)



quinta-feira, 11 de julho de 2013

Urubici/SC - conhecendo o paraíso

Nossa primeira viagem já morando em solo catarinense não poderia ser outra, Urubici. Nesse post contarei a primeira viagem, pois fomos três vezes pra lá....a segunda foi pouquinho pois tivemos só um dia e vimos lugares repetidos. A terceira foi incrível e contarei no próximo.

 Primeira viagem rumo ao paraíso :)

Estávamos contando os dias pra ir, ficamos de boca aberta depois de ver as fotos no Google e a ansiedade só aumentava. Dormimos por volta de 00:30 pra sair de casa as 08:30 era um Domingo 26 de Novembro de 2012..estávamos de folga Domingo e Segunda então a viagem tinha que ser bem proveitosa, e foi! Bom...fiz uma lista de músicas no meu celular pra ir escutando na estrada AC/DC mais precisamente hehe.. a primeira melhor sensação foi atravessar a ponte "tchau cidade", tchau rotina', tchau trânsito".."tchauzinho floripa!!!!" Pegamos a BR 282 e depois SC 430 ..foram 171 km até lá..estrada tranquilinha, bem asfaltada...uma paradinha e outra pra esticar o esqueleto, e pé na tábua. A vista até lá era sensacional...tudo muito lindo e o dia também estava ensolarado, tudo ajudou :) chegamos em Urubi (assim carinhosamente chamada) por volta de 12:00..tudo estava bem calmo tipico de uma cidade do interior  e com a barriga roncando de fome fomos procurar algum lugar para almoçar, encontramos o  restaurante do Tio Loro, lugarzinho aconchegante, bem de família mesmo..pra quem gosta de comida caseira tava ótimo e fomos muito bem recebidos. Ali pegamos uma indicação de pousada Café no Bule, era bem pertinho Rua Hercílio Matos de Oliveira n° 73, caso alguém se interesse em se hospedar lá eles aceitam também pagamento com cartão, só achamos um pouco caro pelo serviço que oferecem, mas o café da manhã era bom hehe. Deixamos nossas coisas no quarto pra começar o tour.                                      
                                   
 Araucárias
 
Na entrada da cidade



Que tal um sopão? 
                                
                                            Na pousada Café no Bule

 Nosso primeiro ponto de visitação era no Morro da Igreja pra ver a famosa Pedra Furada...saímos da cidade e fomos por uma área com fazendas e plantações..era lindo demais, muitas vacas e cavalos pastando livremente, a grama muito verdinha..tudo muito bem cuidado...não se via nada de lixo jogado no chão, tudo limpinho.

Olha só que lindas imagens:





Subimos o Morro da Igreja...foi um caminhozinho até lá  29 km, mas bem bonito e muito muito alto 1.822 m de altitude, lá em cima no morro é onde fica o CINDACTA II  Ministério da Aeronáutica, onde é feita  o  controle do tráfego aéreo do RS e SC.
 Bom...chegamos ao topo do morro, estava MUITO frio, muito frio mesmo..no inverno costuma nevar de tão frio..descemos da moto e fomos pra beirada do morro, a vista era incrível, eu nunca vi uma coisa tão linda...e lá estava ela olhando pra nós, a Pedra Furada...era muito alto...olha só as fotos:
 




                                   
                                               Pedra Furada

                                                 CINDACTA II
                               
                                      

Lindo né?! Depois de passar um tempo contemplando a beleza e congelando la em cima, a próxima parada era a Serra do Rio do Rastro. No caminho demos uma paradinha na Cascata do Avencal lá tem 2 mirantes, e são 100 metros de queda livre.

Voltando pra estrada, no caminho pra Serra por entre as montanhas floridas eis que surge uma cuia de chimarrão gigante, pra minha felicidade hehe. A ida foi um pouco tensa pra mim, pois era longe e eu já estava cansada..fiquei com muito sono em cima da moto...meus olhos começaram a se fechar..então o Gabriel toda hora falava comigo pra distrair.

Lá em cima na Serra tem um parque Eólico enorme, dá pra enxergar ele lá do Morro da Igreja.

A vista da Serra é muito linda são 1.460 metros de altitude, tem um mirante lá que é o principal, uma das coisas mais lindas de ver é a Estrada do Rio do Rastro, são 12 Km de curva...os caminhões precisam fazer a curva muito devagar pois são bem fechadas..ao longo da estrada tem vários lugares pro pessoal parar e tirar foto, tem também pequenas cachoeiras vertendo da montanha.
 Lá em cima fomos contemplados com uma presença ilustre, um Quati...ele entra no estabelecimento que tem lá pra roubar comida..é um bichinho muito fofo e lindo.


                                                Cascata do Avencal


                                             Pra eu me sentir em casa


                                       No mirante da Serra do Rio do Rastro

                                                Quati

                                          Estrada do Rio do Rastro

Vista do mirante

Depois de viajar tanto, voltamos pra pousada pra descansar.
No dia seguinte acordamos umas 10:00, tomamos café e zarpamos, iriamos fazer novamente todo o caminho até a Serra do Rio do Rastro e descer a maravilhosa Estrada do Rio do Rastro. Chegamos em floripa já era noite.

Claro que a motoca merece uma foto aqui, pois aguentou firme uma viagem longa dessas....aliás, última viagem..depois trocamos de moto.


                             YBR 125- viagem de despedida da guerreira :)


                                             Paradinha pra foto

                                      Descendo a Estrada do Rio do Rastro